domingo, 18 de setembro de 2011

Diamante, Simbolo Do Amor Eterno


A fascinação dos diamantes tem seduzido a imaginação dos apaixonados por séculos. Mais resistente que qualquer outro material, os diamantes não possuem concorrentes em termos de brilho e preciosidade. Não é à toa que são as pedras mais desejadas em todo o mundo, ultrapassando quaisquer barreiras culturais.
Com sua habilidade particular para brilhar e resistir ao tempo, o diamante é o símbolo perfeito do amor eterno e de um relacionamento duradouro.
A história da Bvlgari é marcada por extraordinários diamantes: pedras magníficas como o diamante Pashá do Egito de 40 quilates, que pertenceu ao rei Farouk, ou o Nassak com 89 quilates em lapidação pêra, que originalmente decorou a estátua de Shiva no Templo Nasik, na Índia, são bons exemplos do poder da Bvlgari em negociar jóias exclusivas. Mais tarde, o diamante Nassak foi remodelado, tornando-se uma pedra de 43 quilates em corte esmeralda, passando a ser de propriedade do rei da Arábia Saudita durante a década de 70.
Segundo o arquivo da grife Bvlgari, um documento de 1503 atestava que o primeiro anel de diamantes foi produzido na Itália, e teria sido utilizado como um anel de noivado, mais precisamente na cidade de Veneza. Com o passar dos anos, a tradição se confirmou e casais apaixonados em todo o planeta passaram a dedicar seu amor através da pedra preciosa.

Nenhum comentário:

Postar um comentário